Sejam Bem Vindos!

Caso desejem copiar os artigos, ou quaisquer outras coisas contidas neste blog, apenas não os usem para fins lucrativos e irrevogavelmente coloquem a fonte de onde os colheram!

Que DEUS os abençoe!

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

É importante esclarecer que este BLOG, em plena vigência do Estado Democrático de Direito, exercita-se das prerrogativas constantes dos incisos IV e IX, do artigo 5º, da Constituição Federal. Relembrando os referidos textos constitucionais, verifica-se: “é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato" (inciso IV) e "é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença" (inciso IX). Além disso, cabe salientar que a proteção legal de nosso trabalho também se constata na análise mais acurada do inciso VI, do mesmo artigo em comento, quando sentencia que "é inviolável a liberdade de consciência e de crença". Tendo sido explicitada, faz-se necessário, ainda, esclarecer que as menções, aferições, ou até mesmo as aparentes críticas que, porventura, se façam a respeito de doutrinas das mais diversas crenças, situam-se e estão adstritas tão somente ao campo da "argumentação", ou seja, são abordagens que se limitam puramente às questões teológicas e doutrinárias. Assim sendo, não há que se falar em difamação, crime contra a honra de quem quer que seja, ressaltando-se, inclusive, que tais discussões não estão voltadas para a pessoa, mas para idéias e doutrinas.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Homossexualidade não é uma doença, mas sim um pecado!

Ninguém, sendo tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e ele a ninguém tenta. Cada um, porém, é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência; então a concupiscência, havendo concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte. Não vos enganeis, meus amados irmãos. (Tg 1.13-16)

Graça e Paz de Yeshua!



Há algum tempo venho sendo incomodado pelo ESPÍRITO DE DEUS para escrever esse artigo. Tenho ouvido muita coisa, visto muita coisa em relação à crescente manifestação homossexual no mundo e principalmente através da mídia, seja ela qual for.

 

Os defensores e praticantes da homossexualidade advogam que tal situação não pode ser tratada clinicamente, posto que não se trate de uma patologia, mas sim uma opção.



Analisando tal argumento e ponderando sob o olhar da Bíblia, cheguei à feliz conclusão, de que, os que assim advogam não estão errados, mas certos. Não se trata de uma doença, ou uma má formação biológica, mas sim de uma opção e como tal, portanto, figura irrevogavelmente como um PECADO!



Conforme o argumento da carta de Tiago que está como texto base para este artigo, o pecado não pode ser atribuído a DEUS, como se fosse uma incitação divina para que o homem o cometa: Ninguém, sendo tentado, diga: Sou tentado por Deus; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e ele a ninguém tenta. (Tg 1.13).



Comumente, ouve-se dos homossexuais, que nasceram assim e que não tem culpa se DEUS os fez com essa opção. Ora, é praticamente impossível a UM DEUS extremamente SANTO (Ex 15.11) praticar uma coisa, que ELE mesmo abomina (Lv 18.22). Além do que, na criação da raça humana, DEUS os criou macho e fêmea, homem e mulher, pino (Adão) e tomada (Eva), para que a perpetuidade da raça se desse através de sua união sexual! (Gn 1.27,28).


Desde o primeiro ato de pecado da humanidade, que foi a desobediência em relação a não comerem do fruto do conhecimento do bem e do mal, sempre se tratou de uma opção pessoal. (Gn 3.1-7). Desde então, há em todo ser da raça humana uma herança moral que inclina seus herdeiros para toda sorte de ações, atos e pensamentos que divergem do plano original de DEUS, O Criador.



Apesar de todo Seu Poder, DEUS, num ato de AMOR e desejo de sincera opção à liberdade dotou a raça humana de uma faculdade psicológica denominada livre-arbítrio, ou seja, capacidade de escolher por si próprio, capacidade de tomar decisões, de fazer opções!


É interessante ressaltar, que em qualquer tempo, ou nação da história humana, os maiores pensadores, aqueles que foram e ainda são tomados por ícones do raciocínio e inteligência humanos sempre souberam que eram limitados e que dependiam de alguém superior a eles para que, então, pudessem formar um conceito e tomar uma decisão acertada.

 

O problema está em que a maioria destes “heróis” do saber, andaram e agiram segundo a cabeça de outros homens e não pela Palavra de DEUS.



O pecado não escolhe faixa etária para iniciar suas atividades. A Bíblia diz que o homem é mau desde a sua meninice (Gn 8.21). Por acaso você já viu alguém que não necessitasse aprender o bem e ser corrigido do mal? JESUS CRISTO é a única exceção!



Como podemos verificar, toda sorte de pecados, sejam eles figurados como excessos, subversões, etc., são contrariedades aos ensinos de DEUS, portanto, frutos de escolhas voluntárias e pessoais de cada indivíduo: Cada um, porém, é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência; (Tg 1.14).


Quando analisamos a essência da Palavra de DEUS, seja no AT, seja no NT, não encontramos receitas farmacológicas, ou terapias psicológicas que visam tratar de patologias naturais. Não! Os ensinos e advertências de DEUS visam tratar de algo que é impossível ao homem tratar e curar por si mesmo.

Não há tratamento, seja homeopático, alopático ou psicológico para a moléstia do pecado. O pecado é um mal de raiz espiritual que se manifesta em todas as dimensões do ser.

Ao nos depararmos com as doutrinas deixadas pelos profetas e evangelistas, se fizermos uma análise puramente marxista veremos apenas questões de ordem social, contudo, se analisarmos sob a ótica de DEUS, veremos que o real cerne de toda a problemática, seja social, ou comportamental está no pecado. A deterioração da raça humana e de suas opções começou e se perpetua por causa do pecado.


Ao iniciar Seu ministério terreno, JESUS CRISTO disse: Arrependei-vos! (Mt 4.17). Ora, ninguém pode se arrepender de uma doença que pode ser curada de forma natural! O arrependimento segundo DEUS está e se dá pelo fato do indivíduo auto-analisar-se diante da Palavra de DEUS, reconhecer que está distante da Vontade de DEUS, sentir pesar profundo por isso, pedir perdão por esta realidade e achegar-se a DEUS amparado e alicerçado em CRISTO JESUS, O SALVADOR! (Jo 3.16).


CRISTO foi concedido por DEUS Pai para libertar todo aquele que NELE crer!

Crer em CRISTO e em sua Palavra é uma opção pessoal, assim como não crer e continuar na vida de pecados também o é.

O repúdio à prática da homossexualidade não está pautado num simples argumento de preconceito social.

Ser pobre, ou rico, enfermo, ou são, negro, ou caucasiano, empregado, ou desempregado podem gerar alguma espécie de preconceito e até exclusão social, mas nunca impedirá alguém de estar nos Caminhos de DEUS e herdar a Vida Eterna com CRISTO. Mas a opção homossexual ativa e militada sim.

Fique bem claro a todos os leitores deste artigo, que não encaro a homossexualidade como doença adquirida, ou patologia genética, mas sim, como os próprios a encaram, ou seja, como uma OPÇÃO SEXUAL.

Portanto, creio que assim como toda opção fora a Vontade de DEUS é pecado, também a homossexualidade o é.


Fica o alerta deixado pela própria Palavra de DEUS...
Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbedos, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus. (1Co 6.9,10).

Tais opções não são puramente de ordem social, mas espiritual, pois residem no domínio do indivíduo pelo pecado.

Paulo diz que os crentes de corinto, outrora andaram assim, mas agora em CRISTO, estas opções não devem mais ser feitas...

E tais fostes alguns de vós; mas fostes lavados, mas fostes santificados, mas fostes justificados em nome do Senhor Jesus Cristo e no Espírito do nosso Deus. (1Co 6.11).

O real Poder para libertar o indivíduo de suas opções antinaturais está em optar pelo AMOR DE DEUS em CRISTO e submeter-se ao Seu senhorio.

Assim como o contrário mantém o indivíduo como refém de si mesmo e de suas opções desastrosas.


Lembre-se: macho e fêmea os criou e os amou e dedicou um ao outro e ambos a Si!

Não vos enganeis, meus amados irmãos. (Tg 1.16).
O AMOR de DEUS por você é insondável, mas deve ser recebido ainda em vida.
Sua IRA é resultado das escolhas que os homens e mulheres fizeram em vida!

Portanto, saiba que não se trata de homofobia, mas sim aversão ao pecado.

DEUS ama o pecador e deseja que ele se arrependa e seja salvo de Sua ira!



Dize-lhes: Vivo eu, diz o Senhor JEOVÁ, que não tenho prazer na morte do ímpio, mas em que o ímpio se converta do seu caminho e viva; convertei-vos, convertei-vos dos vossos maus caminhos; pois por que razão morrereis, ó casa de Israel? (Ez 33.11)

Não se trata de preconceito, mas sim de vida ou morte eternos!


Olhe enxergando; aprenda criticando; pense raciocinando; conheça e submeta-se à Verdade – JESUS CRISTO!
Que O ETERNO te abençoe!

Autor: Alexandre.

3 comentários:

  1. CARTA ABERTA AOS SERES HUMANOS

    Precisamos cair na real, não nascemos do excremento. Somos criação de uma mente perversa e sem escrúpulo. Para compreender esta afirmação, basta ver o potencial de maldade que foi depositado dentro de nós. Este criador nos criou com apenas uma intenção, provar ao seu Criador que era capaz. Exatamente pelo mesmo motivo que construímos nossas coisas. Na verdade, buscamos reconhecimento. Mas tem um agravante, este criador perverso, está defendendo uma causa jurídica pessoal, frente a uma corte celestial. Ele alega que foi injustiçado pelo amor daquele que o criou. E está nos usando para contar sua versão dos fatos. Acontece que infelizmente, Ismael representado pelos Árabes e Isaque representado por Israel, são seus principais protagonistas. A mensagem é clara, o filho primogênito, Ismael, representante de Jeová Criador da Matéria, foi desconsiderado diante da comunidade celestial, por um suposto erro no amor de Seu Pai. E o filho Isaque – Jesus, a plenitude do amor do Altíssimo - foi por isso, odiado por seu irmão Jeová, que o matou em seus sentimentos feridos. Como conseqüência, houve uma batalha no céu, os seguidores de Jeová, batalharam contra os seguidores de Jesus. Dessa batalha espiritual, dois terços do céu permaneceu fiel a Jesus, e um terço veio para as trevas exteriores com Jeová. Deu-se assim, o universo físico que conhecemos. Um falso mundo que está rapidamente se extinguindo na imensidão de trevas em expansão. A audiência está marcada é o juízo final. Jeová apresentará os acontecimentos em seu mundo perecível, como prova da sua inocência. Esses acontecimentos formam a história sagrada dos povos que descendem de Abraão. Na última cena desse drama, está a batalha pela primogenitura realizada pelos descendentes de Ismael, contra os descendentes de Isaque. No último momento dessa batalha a humanidade será julgada pelo seu criador. Infelizmente, para os seres dessa natureza, de acordo com Jesus Cristo em João capítulo 16, Jeová, foi vencido em seus argumentos no seu próprio drama. Porque Jesus preferiu morrer a romper com o amor do Pai Celestial, demonstrando que ama seus semelhantes acima de sua vida. Com isso, Jeová Lúcifer, perdeu sua causa e admitiu sua derrota. E como, auto sentença, permanecerá nas trevas exteriores com dois terços dos seres humanos que não conseguiram repetir o feito de Jesus Cristo. Enquanto um terço compreenderá e seguirá novamente para glória com Deus Altíssimo, para a dimensão que não conhecemos, mas que se abrirá em breve para que todos possamos visualizar. Isso acontecerá após a batalha final e o juízo final, quando Jesus nos receberá nas nuvens de forma triunfante (Mateus cap. 24). Por coincidência, esse um terço que está retornando são os mesmos que saíram do céu com Jeová Lúcifer. E os dois terços que nas trevas exteriores ficarão com Jeová, são seus, criados a partir de seu ser, os quais não conhecem o pleno amor de Deus, em Jesus Cristo, nosso salvador e libertador. Eu vou - você não vai?

    Portanto, eis os avisos que Jesus tem nos dado: Quem mora em edifício, exija meio de fuga rápido. Porque até o momento final, não ficará um edifício de pé. Porém será progressivo o problema. Quem mora perto de praia, progressivamente o mar tomará todas as áreas baixas e a seu nível. Haverão tufões, furacões, maremotos e todo tipo de coisas horríveis, que acontecerão progressivamente. Quem mora nas terras elevadas serão visitados por raios, chuva de pedra, vendavais e coisas terríveis dessa natureza. Tudo que Jeová já praticou antes e foi relatado nas Sagradas Escrituras, agora será em escala universal. Quanto as guerras, infelizmente, progressivamente iremos ao dilúvio de fogo. Pedimos que visitem nosso blog e nossas páginas para que possam compreender tudo que aqui está escrito. Clique em Martins111.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário é espúrio...
    Este senhor afirma que os homens foram criados pelo Diabo e chama Jeová de Lúcifer!

    Amados Leitores sadios deste blog, a existencia deste senhor e suas sandices é prova de que o ministério das trevas já opera e quer confundir a cabeça dos salvos!

    ResponderExcluir
  3. Graça e paz.... eu já muita abrobrinhas em minha vida cristã, mas essa desse sr.Martins111 é o top do top. Prefiro sinceramente, nem comentar ! Uma mescla de qualquer coisa, com coisa nenhuma de evangelho.

    ResponderExcluir